Utensilios Litúrgico 

                                   Objetos destinados às celebrações litúrgicas

Os objetos litúrgicos são de grande importância, porque são através delas que o coroinha utiliza em um ato litúrgico, por isto exige responsabilidade e acima de tudo cuidado e postura.

Objetos litúrgicos: não são apenas coisas concretas, são sinais, por isso transmitem mensagem, não só pela presença deles, mas pelo modo como são utilizados. A beleza da patena, do cálice e âmbulas, o formato e o acabamento das velas, as flores naturais e sua conservação, tudo isso deve concorrer para uma proveitosa celebração do memorial da páscoa de Cristo.

Aqui estão os utensílios litúrgicos: (existem momentos certos para utilizá-los, por isto é importante a atenção, principalmente do coroinha
  •    Âmbula, cibório ou píxide: Recipiente para a conservação e distribuição das hóstias aos fiéis.

 


  









  •  Aspersório: Instrumento com que se joga água benta sobre o povo ou objetos







 


  •   Caldeirinha: vasilha onde se coloca água benta para aspersão do povo.

    Cal.1










 


                                

  •    Cálice: recipiente no qual se consagra o vinho durante a missa.









 


  • Castiçal: Utensílio que serve de suporte para uma vela.

casticais











  • Corporal: tecido em forma quadrangular sobre o qual se depõem o cálice com vinho e a patena com a hóstia.







 


  • Hóstia: pedaço de pão não fermentado, usado para a celebração eucarística, para a comunhão do padre.

particula









  • Manustérgio: toalha com que o sacerdote enxuga as mãos, após lavá-las durante a missa.










  • Pala: cartão quadrado, revestido de pano, para cobrir a patena e o cálice

Utens.1












  • Patena: pequeno prato, geralmente de metal, para conter a hóstia durante a celebração da missa.









  • Partícula: pequeno pedaço de pão sem fermento, em geral de forma circular, que o padre consagra para a comunhão dos fiéis.

particulamenor






  • Sanguinho ou purificatório: tecido retangular com o qual o sacerdote, depois da comunhão, seca o cálice e, se for preciso, a boca e os dedos.









  • Teca: pequeno estojo, geralmente de metal, em que se leva a eucaristia aos enfermos. É usada também na celebração eucarística para conter as partículas.

teca







  • Círio Pascal: vela grande que é benzida e solenemente introduzida na igreja no inicio da vigília pascal; em seguida é colocada ao lado da mesa da palavra ou ao lado do altar. O círio permanece aceso durante as ações litúrgicas do tempo pascal (até a festa de pentecostes). Na nossa comunidade e em muitos lugares costuma-se colocar o círio, fora do tempo pascal, junto a fonte batismal, acendendo-o em cada celebração batismal. O círio pascal aceso simboliza o Cristo ressuscitado.













  • Luneta: peça circular do ostensório onde se coloca a hóstia consagrada para a exposição do Santíssimo.  

1831






 

 


  • Naveta: pequeno vaso onde se transporta o incenso nas ações litúrgicas.










  • Ostensório: objeto no qual se mostra aos fiéis a hóstia consagrada na solene exposição do Santíssimo.

Ostensorio














  •   Turíbulo: vaso utilizado para as incensações durante a celebração








  • Galhetas: dois recipientes contendo respectivamente a água e o vinho para a celebração eucarística.

Galhetas










  • Incenso: resina aromática extraída de várias plantas, para se colocar sobre brasas nas celebrações.

 

 

 

 © Copyright 2009 - Paróquia São José Operário - Av. Buritís Qd. 603 Lt. 23 - Recanto das Emas-DF - Telefone: (61) 3404-1579 
    Todos os direitos reservado

 

  Site Map